Destaques CDL
Fique por dentro da CDL Caxias

– Enviado em 03/09/2018

Comércio caxiense surpreende e encerra julho com alta de 11%

Bom desempenho ocorreu principalmente pela elevação das vendas no setor de

automóveis, caminhões e autopeças

 

O Termômetro de Vendas de julho de 2018 da CDL Caxias do Sul, foi apresentado nesta quinta-feira (30/08) à tarde, na CIC Caxias, e lançou as informações da economia do município durante este período. Os dados apresentados demonstram expansão no comércio caxiense de 11,01% em relação a junho de 2018, que apresentou uma queda de 7,38%. Todavia, em relação a julho de 2017, ainda observa-se uma queda de 4,90% no comércio.

Segundo o assessor de economia e estatística da entidade, Mosár Leandro Ness, o resultado de julho surpreendeu o setor. “Já era esperado um desempenho positivo do comércio neste mês, entretanto, pouco expressivo. Os números mostram que o resultado é consequência do crescimento setorial do subsetor de automóveis, caminhões e autopeças novas, que demonstrou expansão de 41,22%”.

Porém, o assessor afirma, que por mais que o desempenho tenha sido alto é preciso ter cautela. “Mesmo com os números em expansão, devemos considerar os efeitos da instabilidade política que antecede o período eleitoral. Os consumidores ainda não se sentem à vontade para comprar a prazo e em virtude da restrição de renda, os gastos elegíveis estão contingenciados. Mesmo assim, os sinais da recuperação econômica em Caxias do Sul vêm se mostrando positivos. O emprego vêm aumentando. No entanto, devemos ter a certeza de que a verdadeira retomada para o consumo só deverá acontecer a partir da metade de 2019”, explica Mosár Leandro Ness.

 

Inadimplência

O estoque de dívidas no mês de julho também surpreendeu o setor, apresentando retração de 0,72%. Todavia, em 2018, o estoque de dívidas cresceu 31,46% e em doze meses o crescimento foi de 84,26%. Quando os dados de julho são comparados ao mesmo período do ano anterior (julho/2017) é observado uma variação mensal de 3,52%.

As inclusões de CPFs no SPC aumentaram em 1,09% em relação ao mesmo período do ano passado (julho/2017) e apresentaram expansão de 1,44% em relação ao mês anterior (junho/2018). Dessa forma, Caxias do Sul conta, até julho de 2018, com 78.565 CPFs inadimplentes no município.

 

Empregos

A evolução das contratações em Caxias do Sul durante julho revelou um saldo positivo na ordem de 156 novas vagas. Em doze meses também houve um acúmulo positivo de 4.182. Com isso, é possível perceber uma queda constante no número de desempregados no município, o que demonstra uma recuperação no quadro.

A Indústria de Transformação também vem se recuperando. No mês de julho foi registrado um saldo de 443 novas contratações. Em 2018 já são 4.681 vagas e também, no acumulado de doze meses, ainda observando a Indústria de Transformação, o saldo agora é positivo, com 4.147 empregos.

Já, especificamente o comércio, apresentou em julho um saldo negativo de contratações, foram 157 vagas a menos. No ano o saldo de contratações também é negativo, com menos 268 vagas. No acumulado de 12 meses, infelizmente o comércio também apresenta um saldo negativo de 126 vagas. Os dados demonstram que o setor ainda vem enfrentando um período de estagnação e expectativas pouco animadoras em relação ao nível de atividade.

 

Ramo duro 

No ramo duro a variação entre os meses de junho e julho de 2018 apresentou uma expansão de 14,54%. Em termos reais, descontada a inflação, também foi percebida uma expansão nas vendas de 0,15% e no acumulado de doze meses observou-se um crescimento positivo de 6,41%.

 Em termos nominais, o desempenho negativo do setor ocorreu em quatro segmentos: Óticas, Joalherias e Relojoarias (18,18%); Materiais Elétricos (2,50%); Eletrodomésticos, Móveis e Bazar (14,58%); e Implementos Agrícolas (3,78%). Já nas demais áreas do ramo, houve desempenho positivo: Automóveis, Caminhões e Autopeças Novas (41,22%); Informática e Telefonia (9,76%); Material de Construção (1,90%).

 

 Ramo mole

Em relação ao ramo mole, a variação entre junho e julho de 2018 apresentou também desempenho negativo de 0,94% contra 0,81% do mês anterior (junho/2018). Em termos reais, descontada a inflação, a variação sob o mesmo período do ano anterior (julho/2017) também apresentou saldo negativo de 5,51% e no acumulado de doze meses também houve uma retração de 5,84%.

Ainda conforme o assessor de economia e estatística da CDL Caxias, Mosár Leandro Ness, aqui pode ser observado um movimento errático dessa série histórica, com movimentos alternados. Os desdobramentos da greve dos caminhoneiros ainda se manifestam no desempenho desse segmento.

  Todavia, no ramo mole, houve desempenho positivo no setor de Produtos Químicos (4,53%) e Farmácia (2,23%). Já nas demais áreas do ramo, não houve expansão: Vestuário, Calçados e Tecidos (3,71%); Livraria, Papelaria e Brinquedos (4,46%).

« Voltar para novidades

Rua Sinimbu, 1415 - Palácio do Comércio
Centro - Caxias do Sul - RS

Ligue para 0800.7044.242
[email protected]

Horário de atendimento de segunda a sexta-feira: das 8h às 11h54min e das 13h06min às 18h
Balcão de atendimento do SPC de segunda a sexta-feira: das 8h às 11h54min e das 13h06min às 18h

Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul
XNEO Soluções para e-commerce