Destaques CDL
Fique por dentro da CDL Caxias

– Enviado em 06/12/2018

Outubro encerra com alta de 12,84%

Dia das Crianças e expectativas positivas dos consumidores foram os principais fatores para o aumento das vendas no mês

 

O Termômetro de Vendas de outubro de 2018, realizado pela CDL Caxias do Sul, foi divulgado nesta quarta-feira (05/12), na CIC Caxias, e lançou as informações da economia do município durante este período. Os números mostraram uma expansão de 12,84% nas vendas em relação ao mês anterior; em setembro, o comércio havia fechado com queda de 3,13%. Já no comparativo com o mês de outubro de 2017, o crescimento foi de apenas 1,39%.

Segundo o assessor de economia e estatística da entidade, Mosár Leandro Ness, a retomada na economia já era esperada, porém ainda assim foi surpreendente. “Outubro mostrou-se um mês atípico. Mesmo com feriados, o Dia das Crianças e a mudança no estado de expectativas dos consumidores foram fatores que contribuíram para a retomada econômica no município”, afirma o economista. Mesmo com o crescimento, o acumulado de doze meses apresenta um resultado positivo, porém fraco: apenas 0,22%. “Esses números ainda se mostram fracos em relação ao ano passado. Vários segmentos ainda apresentam valores negativos, mostrando como o comércio segue afetado com a baixa renda dos consumidores”, destaca Ness.

 

Inadimplência

O estoque de dívidas no mês de Outubro apresentou um comportamento conforme o esperado, já que o mesmo teve uma alta de 1,33%, quando comparado ao mês anterior (Setembro/2018). Em 2018, o estoque de dívidas cresceu 34,09% e em doze meses o crescimento foi de 7,87%. Quando os dados de Outubro são comparados ao mesmo período do ano anterior (Outubro/2017), é observada uma variação mensal de 7,30%. No ano, o estoque acumulado é de 36,45%, e em doze meses, 90,05%.

As inclusões de CPFs no SPC reduziram para 10,17% em relação ao mesmo período do ano passado (Outubro/2017) e aumentaram em 3,90% em relação ao mês anterior (Setembro/2018). É possível afirmar que, em Outubro, a inadimplência aumentou em termos de valores e manteve-se estável em número de registros.

 

Empregos

A evolução das contratações em Caxias do Sul durante Outubro revelou um saldo positivo na ordem de 640 novas vagas. Em doze meses também houve um acúmulo positivo de 4.753. Com isso, já é possível afirmar que estimulado pelo mercado de bens, o mercado de trabalho caxiense, ao longo do ano, vem esboçando uma recuperação consolidada. O setor que mais foi atingido pela crise, a Indústria de Transformação, é o que vem demonstrando maior fôlego na recuperação.

Neste setor, no mês de Outubro, foram registradas 86 novas contratações. Em 2018 já são 5.566 vagas e também, no acumulado de doze meses, ainda observando a Indústria de Transformação, o saldo também é positivo, com 4.101 vagas.

Já, especificamente o comércio, apresentou em Outubro um saldo positivo de contratações, foram 190 vagas a mais, o que denota o movimento de final de ano se materializando com a abertura de vagas temporárias. Já no ano, o saldo de contratações é negativo, foram 31  vagas a menos. Todavia, no acumulado de 12 meses, o comércio apresenta um saldo positivo de 119  vagas.

 

Ramo duro

No ramo duro, a variação entre os meses de Setembro e Outubro de 2018  também apresentou alta: 13,93%. Em termos reais, descontada a inflação, a expansão nas vendas é de 0,06%. Já no acumulado de doze meses, observou-se um crescimento positivo de 2,12%, contra 3,61% do mês anterior.

 Em termos nominais, o desempenho positivo do setor ocorreu em diversos segmentos: Automóveis, caminhões e autopeças novos com 18,81%; Óticas, Joalherias e Relojoarias com 15,31%; Material de Construção com 15,84%; Eletrodomésticos, Móveis e Bazar com 3,60% e Implementos Agrícolas com 16,53%. Já os segmentos que apresentaram resultados negativos foram: Informática e Telefonia (9,29%) e Materiais Elétricos (-0,95%).

 

Ramo mole

Em relação ao ramo mole, a variação entre Setembro e Outubro de 2018 apresentou também desempenho positivo de 8,34%, contra 9,16% negativo do mês anterior (setembro/2018). Em termos reais, descontada a inflação, a variação sob o mesmo período do ano anterior (Outubro/2017) apresentou saldo negativo de 5,23% e no acumulado de doze meses também percebe-se retração de 6.01% - os números já são superiores ao mês anterior, quando o acumulado fixava-se em -6,59%. 

O desempenho positivo ficou por conta de Vestuário, Calçados e Tecidos (2,64%); Produtos Químicos (14,12%); Farmácia (10,12%); Livraria, Papelaria e Brinquedos (10,98%).

“Apesar de todos os segmentos possuírem resultados positivos, percebe-se que é um setor mais sensível às oscilações da economia e que ainda não conseguiu recompor sua base para um crescimento sustentável”, explica Mosár Leandro Ness.

 

« Voltar para novidades

Rua Sinimbu, 1415 - Palácio do Comércio
Centro - Caxias do Sul - RS

Ligue para 0800.7044.242
[email protected]

Horário de atendimento de segunda a sexta-feira: das 8h às 11h54min e das 13h06min às 18h
Balcão de atendimento do SPC de segunda a sexta-feira: das 8h às 11h54min e das 13h06min às 18h

Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul
XNEO Soluções para e-commerce
Mural de avisos
Mural de avisos